Pesquisar no site


Dia Internacional da Luz - 16 de maio

16-05-2018 11:54

Neste primeiro Dia Internacional da Luz celebramos o papel que a luz desempenha na

vida dos cidadãos do mundo.

Tendo como base o sucesso do Ano Internacional da Luz (2015), esta iniciativa

mundial será o mote para continuarmos a celebrar, todos os anos, a luz e o seu papel

na ciência, na cultura e nas artes, na educação e no desenvolvimento sustentável.

Dos raios gama às ondas de rádio, o espectro de luz é fonte de conhecimento, do

infinitamente distante ao mais próximo, desde a origem do universo às tecnologias que

moldaram a nossa sociedade, em áreas tão diversas como a medicina, a agricultura, a

energia e a ótica para a proteção do património cultural.

A luz tem tido um impacto bastante significativo nas artes visuais e performativas, na

literatura e no pensamento. O estudo da relação entre a luz e a cultura fornece

informações valiosas sobre as interações entre a ciência, a arte e a humanidade,

assim como permite melhor compreender e apreciar a nossa herança cultural. O

estudo da luz pode inspirar os jovens orientarem os seus estudos para áreas

científicas e promover o espírito empreendedor.

A luz também pode contribuir para a realização dos Objetivos de Desenvolvimento

Sustentável estabelecidos pela Agenda 2030 das Nações Unidas para o

Desenvolvimento Sustentável. O acesso à luz e às infraestruturas do setor da energia

pode melhorar a qualidade de vida no mundo em desenvolvimento, enquanto a fibra

conecta os cidadãos de todo o mundo, através da Internet. Estas redes contribuem

também para a responsabilização em matéria de paz, de justiça e de reforço das

instituições judiciais.

 

A UNESCO orgulha-se de continuar a fortalecer a sua colaboração com a comunidade

científica internacional através de um tema tão importante como a luz e a integração

deste novo dia internacional no calendário das celebrações da UNESCO vai dar-nos a

oportunidade para continuarmos a fazê-lo todos os anos.

Juntos, iluminemos o mundo todos os anos a 16 de maio!

 

 

Audrey Azoulay

 

Neste primeiro Dia Internacional da Luz celebramos o papel que a luz desempenha na
vida dos cidadãos do mundo.
Tendo como base o sucesso do Ano Internacional da Luz (2015), esta iniciativa
mundial será o mote para continuarmos a celebrar, todos os anos, a luz e o seu papel
na ciência, na cultura e nas artes, na educação e no desenvolvimento sustentável.
Dos raios gama às ondas de rádio, o espectro de luz é fonte de conhecimento, do
infinitamente distante ao mais próximo, desde a origem do universo às tecnologias que
moldaram a nossa sociedade, em áreas tão diversas como a medicina, a agricultura, a
energia e a ótica para a proteção do património cultural.
A luz tem tido um impacto bastante significativo nas artes visuais e performativas, na
literatura e no pensamento. O estudo da relação entre a luz e a cultura fornece
informações valiosas sobre as interações entre a ciência, a arte e a humanidade,
assim como permite melhor compreender e apreciar a nossa herança cultural. O
estudo da luz pode inspirar os jovens orientarem os seus estudos para áreas
científicas e promover o espírito empreendedor.
A luz também pode contribuir para a realização dos Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável estabelecidos pela Agenda 2030 das Nações Unidas para o
Desenvolvimento Sustentável. O acesso à luz e às infraestruturas do setor da energia
pode melhorar a qualidade de vida no mundo em desenvolvimento, enquanto a fibra
conecta os cidadãos de todo o mundo, através da Internet. Estas redes contribuem
também para a responsabilização em matéria de paz, de justiça e de reforço das
instituições judiciais.
 
A UNESCO orgulha-se de continuar a fortalecer a sua colaboração com a comunidade
científica internacional através de um tema tão importante como a luz e a integração
deste novo dia internacional no calendário das celebrações da UNESCO vai dar-nos a
oportunidade para continuarmos a fazê-lo todos os anos.
Juntos, iluminemos o mundo todos os anos a 16 de maio!
 
Audrey Azoulay